Suspeita de bomba bloqueia acesso a edifício do Parlamento venezuelano

Funcionário encontrou uma mala preta no sótão do edifício da Assembleia Nacional.

Elementos dos serviços secretos venezuelanos mantêm, esta quinta-feira, bloqueados os acessos ao edifício de serviços administrativos da Assembleia Nacional da Venezuela (AN, parlamento) que foi evacuado por suspeita de uma bomba.

Segundo fontes parlamentares, um funcionário da AN, onde a oposição detém a maioria, encontrou uma mala preta no sótão do edifício, atrás de um recipiente para o lixo.

Esta é a segunda vez, nesta semana, que os acessos ao Parlamento são bloqueados por suspeita de bomba.

Na última terça-feira, funcionários dos serviços secretos, da Guarda Nacional Bolivariana e da Polícia, bloquearam os acessos à Assembleia Nacional, tanto a deputados como a jornalistas.

O bloqueio ao Parlamento, segundo a imprensa local, deveu-se à alegada suspeita da presença de um engenho explosivo, sobre o qual não houve declarações oficiais.

Terça-feira, mesmo com os acessos bloqueados, a outra assembleia, a Constituinte (composta unicamente por simpatizantes do regime) realizou uma sessão para levantar a imunidade parlamentar de cinco deputados opositores, aos que o regime acusa de conspiração e traição à pátria.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de

Outros Artigos Recomendados