Vittorio Gregotti, o arquiteto que desenhou o CCB, morre vítima do novo coronavírus

O arquiteto italiano estava internado por consequências da Covid-19.

O arquiteto italiano Vittorio Gregotti, coautor do Centro Cultural de Belém com Manuel Salgado, morreu este domingo em Milão, vítima de uma pneumonia causada pelo novo coronavírus, noticiaram vários "media" italianos.

Nascido em Novara, em 10 de agosto de 1927, o grande arquiteto, urbanista e teórico da arquitetura morreu hoje de manhã em Milão e a sua mulher, Marina Mazza, está internada no mesmo hospital.

Vitorrio Gregotti estava internado na clínica San Giuseppe, em Milão, após as consequências da pneumonia por coronavírus. Entre os projetos mais importantes realizados pelo Gregotti Associati International, o estúdio que fundou em 1974, contam-se o o plano de desenvolvimento do distrito de Bicocca, em Milão (1985-2005), o Centro Cultural de Belém, em Lisboa (1988-1993) e o teatro lírico de Aix-en-Provence (2003-2007).

Em 1975, foi curador da Bienal de Veneza, a primeira em que a arquitetura apareceu oficialmente "como uma extensão do setor de artes visuais". O seu trabalho mais recente foi a renovação da antiga fábrica para o teatro do Teatro de Fundição de Leopolda, em Follonica (Grosseto).

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de