Votação antecipada nos EUA em andamento para segunda volta na Geórgia

Geórgia viu-se obrigada a ir novamente a eleições para nomear um senador para o Congresso.

A votação antecipada presencial para decidir o último assento no Senado norte-americano já está em andamento em todo o estado da Geórgia, com o senador Democrata Raphael Warnock a trabalhar para derrotar o candidato Republicano Herschel Walker.

A Geórgia viu-se obrigada a ir novamente a eleições para nomear um senador para o Congresso, depois de nenhum dos candidatos ter atingido a marca de 50% nas eleições intercalares de 08 de novembro.

O senador em exercício, o reverendo Democrata Raphael Warnock, enfrentará novamente a ex-estrela de futebol americano Herschel Walker, apoiado por Donald Trump, desta vez numa votação sem um terceiro candidato.

Warnock passou o fim de semana a pedir aos seus apoiantes que não esperassem até ao dia 06 de dezembro - dia da eleição da segunda volta - para votar.

Tentando alavancar o seu papel como pastor da igreja de Martin Luther King Jr. e primeiro senador negro da Geórgia, Warnock concentrou os seus esforços no domingo entre as comunidades negras na região metropolitana de Atlanta.

Walker, por outro lado, não realizou eventos públicos durante o fim de semana e não fez referência à votação antecipada nos seus eventos de campanha, mesmo quando o Partido Republicano tenta aumentar a participação dos eleitores depois que Walker teve um desempenho inferior a outros Republicanos da Geórgia nas intercalares.

Walker terminou a primeira volta com cerca de 200.000 votos a menos que o governador Republicano Brian Kemp, que venceu facilmente um segundo mandato.

Com um perfil controverso, Walker, um protegido de Trump, é um ex-atleta do futebol americano que fez campanha contra o aborto, apesar de duas mulheres o acusarem de financiar as suas interrupções de gravidez.

A votação presencial antecipada no estado continua até sexta-feira.

O controlo do Senado não depende desta eleição, uma vez que os Democratas já garantiram a maioria através dos 50 assentos que conseguiram nas intercalares, que se juntam ao voto de desempate da vice-presidente Kamala Harris.

Até ao final de domingo, quase 200.000 votos já haviam sido depositados em alguns condados da região que optaram por ter votação no fim de semana.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de