Xangai suspende voos e ligações ferroviárias devido ao tufão Chanthu

A previsão é que o tufão siga para o norte, atravessando o leste da China, rumo à Coreia do Sul e ao Japão.

Voos e ligações ferroviárias estão a ser cancelados em Xangai, a "capital" económica da China e uma das maiores cidades do país, face à aproximação do tufão Chanthu, que causou fortes estragos na ilha de Taiwan.

A imprensa local informou que todos os voos nos dois aeroportos de Xangai foram suspensos a partir das 15h00 (08h00, em Lisboa).

O sistema de metro também vai encerrar, total ou parcialmente, enquanto muitas escolas e escritórios estiveram hoje encerrados.

O Chanthu levou a Taiwan até 13 centímetros de chuva, no domingo, quando o centro da tempestade passou pela costa leste da ilha, com ventos de 162 quilómetros por hora, antes de atravessar o Estreito de Taiwan, em direção a Xangai.

A previsão é que o tufão siga para o norte, atravessando o leste da China, rumo à Coreia do Sul e ao Japão.

A tempestade atingiu a ilha de Luzon, nas Filipinas, na semana passada, mas nenhuma enchente ou dano foram reportados.

Os tufões são designados como furacões no Atlântico Norte, Pacífico Norte e Central e Pacífico Norte Oriental, mas são o mesmo fenómeno climático.

O tufão In-fa atingiu o sul de Xangai, no final de julho, levando à retirada de 330 mil residentes do distrito de Fengxian, no extremo sul da cidade.

Chuvas torrenciais e inundações causaram, em julho, a morte de pelo menos 292 pessoas na cidade de Zhengzhou, na província de Henan, no centro da China.

Algumas das mortes ocorreram no sistema de metro, onde vários passageiros ficaram encurralados.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de