Zelensky pede "boicote às exportações russas"

Presidente da Ucrânia sublinhou ser necessário um novo pacote de sanções do Ocidente.

O Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, pediu esta segunda-feira um "boicote às exportações russas", em particular à compra de petróleo e derivados de crude.

Numa mensagem de vídeo, Zelensky sublinhou ser necessário um novo pacote de sanções do Ocidente para travar a guerra que a Rússia lançou há 12 dias contra a Ucrânia.

É preciso "um boicote às exportações russas, a recusa em comprar petróleo russo e produtos petrolíferos", disse.

"Pode ser chamado de um embargo ou de um ato moral quando se nega dar dinheiro a terroristas", afirmou.

A Ucrânia tem pedido ao Ocidente para que não compre mais petróleo à Rússia, cujas receitas financiam uma boa parte das suas ações, a fim de não permitir que recorra a esse dinheiro para financiar a invasão da Ucrânia.

No entanto, os EUA, a União Europeia e o Reino Unido ainda não tomaram uma decisão a este respeito. A Rússia lançou na madrugada de 24 de fevereiro uma ofensiva militar na Ucrânia que, segundo as autoridades de Kiev, já fez mais de 2.000 mortos entre a população civil.

Os ataques provocaram também a fuga de mais de 1,7 milhões de pessoas para os países vizinhos, de acordo com a ONU.

A invasão russa foi condenada pela generalidade da comunidade internacional que respondeu com o envio de armamento para a Ucrânia e o reforço de sanções económicas a Moscovo.

ACOMPANHE AQUI TUDO SOBRE O CONFLITO ENTRE A RÚSSIA E A UCRÂNIA

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de