E agora, Marcelo?

Quando Guterres se demitiu, e Sampaio aceitou, o país virou à direita e deu a maioria a Durão Barroso e a Portas. Sampaio nada podia ter feio de diferente.

Quando Sampaio resolveu dissolver um parlamento que tinha uma efetiva maioria, Santana Lopes também se demitiu, foi a votos e perdeu. O país caiu nas mãos de Sócrates.

Sampaio respirou. Estava certo.

Quando Sócrates se demitiu, diante de Cavaco, e este aceitou, o eleitorado voltou a mudar de governo e escolheu Passos que, outra vez com Portas, fez maioria absoluta e governou por uma legislatura.

Cavaco deve ter gostado, mas não teve nada a ver com isso.

Agora, Costa não de demite, e vai a eleições. E quem dissolve o parlamento é Marcelo, tal como fez Sampaio. Além do PCP (e do seu apêndice) e do Bloco, responsáveis pelo estilhaçar da geringonça em quatro pedaços, Marcelo, que se apressou a dizer que sem Orçamento há dissolução, também está envolvido no que ele chama «alternativa». Em boa verdade, sempre defendeu, desde que chegou a Belém, que a um governo deve corresponder uma oposição, que as «alternativas» devem ser claras e distintas para que os portugueses possam, livremente, escolher o caminho.

Mas, e agora, Marcelo?

Nos cenários que o analista Marcelo já deve ter traçado, haverá sempre uma resposta para o presidente Rebelo de Sousa dar em público.

É higiénico e democrático ir a eleições, é claro e transparente devolver o poder de voto aos cidadãos, é sempre um respaldo ter os resultados eleitorais como escudo para o que se segue.

Mas, e se as eleições trouxerem, afinal, resultados parecidos com os de 2019? E se a esquerda toda junta conseguir mais deputados que a direita toda junta? E se o xadrez parlamentar não se alterar? Ou não se alterar de forma significativa? E se Costa ganhar?

Marcelo dirá sempre que foi a escolha do povo. Mas o povo também saberá que foi Marcelo o primeiro a dizer que sem orçamento há eleições. Sem mais.

Marcelo, que já não tem mais eleições, também vai a votos nas próximas legislativas​.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de