Só dá Ventura

Ele é o princípio e será o fim. Por causa dele houve o nascimento e a afirmação. Por causa dele haverá o declínio. Porque só há ele. Foi o candidato nas Eleições Europeias. O candidato às Presidenciais. O rosto que acompanhava os protagonistas das candidaturas autárquicas em tudo quanto era cartaz. E é o único rosto e a única voz do partido no Parlamento.

Vêm estas palavras, como se constassem na lápide de um partido, a propósito do pedido da Comissão Parlamentar de Inquérito ao caso dos refugiados ucranianos na Câmara de Setúbal, cuja oportunidade não está aqui em causa, mas que em nada difere da estratégia de publicitação parlamentar do Bloco de Esquerda na última dezena de anos.

Passemos ao partido, porque este dado já faz por merecer uma análise do que está a ser o Chega nestes primeiros meses da nova legislatura, agora que é a terceira força política na Assembleia da República.

O Chega vive da adesão de pessoas zangadas com a política. São eleitores de idades diferentes, de todas as geografias e estratos sociais. E não precisa de corpo doutrinário, mas apenas de ser uma caixa de ressonância da frustração dos vários segmentos da sociedade portuguesa. Por isso se diz que amplifica a conversa de café.

Se o sucesso do partido de André Ventura se deve à performance individual do seu líder e ao seu posicionamento, não é menos verdade que se somam razões de conjuntura. A primeira chama-se Rui Rio, que criou a perceção de uma colagem do PSD ao PS, desbravando terreno para que uma força política com um perfil mais agressivo se afirmasse no espaço de oposição. A segunda prende-se com a transição do Bloco e do PCP de partidos de contestação para partidos de cogovernação, deixando de ser suficientemente sedutores para o voto de protesto.

A grande ameaça ao Chega será sempre a federação do voto à Direita, ou seja, a conjuntura que o favoreceu pode ser a que ditará o seu insucesso. E saber quanto tempo resiste um partido cujo sucesso depende de um único protagonista.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de