Votos de excelente ano escolar!

Com o seu início na passada 5.ª feira, o ano escolar 2022/2023 promete ser dos mais desafiantes dos últimos anos.

A nova normalidade marcará presença nas escolas, apesar de terem sido abolidas algumas regras e procedimentos que durante mais de dois anos constrangeram o processo ensino-aprendizagem e as relações entre os elementos das comunidades escolares. Dar-se-á continuidade a dois comportamentos que a COVID-19 fez emergir: zelar pela desinfeção e limpeza assíduas dos espaços e realizar reuniões de professores - quando possível - online. Adotados de forma perene, decorrem de práticas benéficas para o dia a dia comum, tendo sido instituídas num período de grande adversidade.

Receio que a escassez de professores (principalmente em Lisboa e Vale do Tejo e Algarve) se estenda a muito mais escolas de Portugal e se acentue transversalmente nos diversos grupos de recrutamento, mau grado o esforço do Ministério da Educação no combate ao pior vírus na Educação. A todo o custo, impõem-se soluções musculadas, evitando-se que se transforme em pandemia, pese embora ano após ano se tenha vindo a adensar, com alertas dirigidas aos sucessivos governos. É altura de reverter o problema, investindo nos recursos humanos, mormente nos docentes, valorizando e dignificando a carreira.

A semestralidade dos períodos letivos tem sido adotada por um número crescente de escolas, quer a nível individual, quer a nível concelhio. Os benefícios desta nova organização - em que pontificam diversos momentos de avaliação e pausas letivas suplementares (em detrimento da diminuição do número de dias das paragens do Natal e da Páscoa) - colhe louros junto das comunidades escolares, que alteraram as suas práticas pedagógicas em prol do incremento da motivação dos alunos e em benefício do seu sucesso escolar e pessoal.

O incentivo à utilização dos manuais digitais é de saudar! Mais escolas, turmas e alunos aderiram a um projeto que acompanha a evolução da sociedade. O digital é o presente e o futuro, num processo de ensino-aprendizagem mais apelativo, diversificado, passível de convocar atividades inovadores, contribuindo igualmente para o alívio do peso das mochilas e para um ambiente mais saudável.

As direções executivas prepararam com galhardia e afinco este novo ano escolar deparando-se com os desafios inerentes a uma conjuntura difícil provocada pela pandemia, confiantes na capacidade organizativa e funcional dos estabelecimentos de ensino, que evolutivamente os transformam em oportunidades.

Desejo-vos um excelente 2022/2023.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de