35 horas. BE pressiona Governo a alargar direito

Os bloquistas querem que o Governo avance, com urgência, para a negociação que fixe as 35 horas para todos os trabalhadores com contrato individual de trabalho na Administração Pública.

Depois de aprovadas as 35 horas de trabalho semanal, os bloquistas entregaram ontem, no Parlamento, uma recomendação para que o Governo avance, com urgência, para um processo negocial em sede de contratação coletiva, visando fixar as 35 horas, como período máximo de trabalho semanal, para todos trabalhadores com contrato individual de trabalho a exercerem funções na Administração Pública.

O Bloco de Esquerda avisa que não desiste "da outra batalha que é necessário travar."

"Acreditamos que é fundamental para garantir a sã convivência entre trabalhadores/as e a boa organização dos serviços que, em sede de contratação coletiva, seja corrigida esta injustiça que ficou por sanar assegurando a igualdade do período máximo de trabalho semanal nas 35 horas para todos os trabalhadores a exercerem funções na Administração Pública", lê-se na nota enviada à imprensa.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de