Autarcas visitaram Microsoft nos EUA a convite de quadros do PSD

Empresa convidou vários autarcas para viagens que tinham como dinamizadores Pedro Duarte e Mauro Xavier, militantes do PSD que também trabalham na multinacional.

Há registo de viagens a partir de 2011 e têm todas o mesmo destino: a sede da Microsoft em Seattle. São viagens regulares e, de acordo com o jornal i, já levaram largas dezenas de autarcas aos Estados Unidos. Há registo de convites a autarquias do PS e do PSD, incluindo Cascais, Braga, Sousel, Torres Novas e Abrantes.

A organização da viagem, a estadia e as despesas com a alimentação são oferecidas pela Microsoft. Os bilhetes de avião e o pagamento dos vistos ficam por conta das autarquias.

O convite parte da multinacional, mas o jornal i garante que a dinamização das viagens fica a cargo de dois quadros do PSD que trabalham atualmente na Microsoft.

São eles Pedro Duarte, que já foi secretário de Estado da juventude e diretor de campanha de Marcelo e Mauro Xavier, antigo presidente do PSD Lisboa.

As visitas à sede da Microsoft são organizadas para apresentar o portefólio de serviços para cidades, produtos que várias autarquias acabaram mesmo por contratar ou revalidar.

A notícia do i escreve ainda que a Microsoft não aceitou divulgar a lista de autarcas que já viajaram a convite da multinacional, alegando o cumprimento de obrigações de confidencialidade, garantindo, no entanto, atuar de forma ética e seguindo o quadro legal de cada país.

"Não sei quem é que pagou o quê"

Maria do Céu Albuquerque, presidente da Câmara de Abrantes, confirma ter sido convidada pela Microsoft, mas que a autarquia até deixou cair cair alguns projetos que tinha com a multinacional. "Fui convidada pela Microsoft para acompanhar uma comitiva para conhecer em detalhe as ofertas nalguns projetos que estavam a ser desenvolvidos na Câmara. A Câmara financiou a minha viagem e o que posso dizer é que contribuiu para perceber a dinâmica da empresa, mas deixámos cair alguns projetos que tínhamos com a Microsoft em open source e também na comunidade intermunicipal a mesma coisa".

Confrontada sobre quem pagou o quê na viagem, a autarca diz não se lembrar. "Não nos pareceu nada de estranho até porque havia um compromisso da nossa parte de suportar as despesas. Eu sinceramente não me recordo quem é que pagou o quê. É uma prática da minha Câmara as despesas neste tipo de iniciativas serem suportadas pela própria".

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de