CDS pede "amplo consenso" para medidas de apoio à família e natalidade

Assunção Cristas quer apoio no parlamento e dos parceiros sociais para as medidas apresentadas hoje pelo partido. Primeiro agendamento potestativo é apresentado amanhã em conferência de líderes.

A presidente centrista explicou, em conferência de imprensa, que "será o primeiro agendamento potestativo a ser apresentado pelo CDS" e é feito no âmbito de um tema que, adianta Assunção Cristas, é "uma preocupação consistente do partido desde 2007".

O CDS apresentou esta tarde 12 medidas de apoio à natalidade e à família (já antecipadas na TSF pela manhã) que, para a presidente centrista, "devem ser alvo de um consenso alargado" que inclua também os parceiros sociais. Exemplo disso, é uma das medidas deste pacote que propõe alterações no calendário escolar.

Assunção Cristas quer receber contributos para as propostas do CDS

00:0000:00

Além de mudanças nas férias escolares e de várias outras medidas, o CDS quer alterações nos horários das creches, propondo também dar incentivos fiscais às empresas amigas das famílias e extensão aos avós o gozo de licença e de faltas atribuídos aos pais.

Assunção Cristas assegurou aos jornalistas que este plano lhe é "muito querido" - daí ser apresentado na véspera de completar um mês de liderança no partido - e espera "o contributo de todos".

O agendamento potestativo do CDS deverá ser analisado amanhã em conferência de líderes na AR. Às iniciativas apresentadas hoje deverão juntar-se outras a propor pelo partido e deverão ir a debate a 4 de maio.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de