CGD: CDS pode avançar com queixa-crime contra Mário Centeno

O CDS acusa o ministro das Finanças de mentir aos deputados. Na quinta-feira, o deputado João Almeida lembrou que não dizer a verdade ao parlamento tem consequências penais.

O CDS ameaça Mário Centeno com uma queixa-crime. Em causa estão ainda as declarações do ministro das Finanças na Comissão de Inquérito à Caixa Geral de Depósitos. Citado pelo Jornal Económico, Nuno Magalhães, líder parlamentar do CDS, afirma que, se Centeno não se retratar, nada está excluído, até uma participação-crime.

Adolfo Mesquita Nunes diz que cabe a António Costa retirar consequências políticas da situação

00:0000:00

Em causa, o facto de Mário Centeno ter garantido que não existia troca de correspondência entre a tutela e António Domingues, o antigo presidente da Caixa.

O CDS entende que a carta revelada esta semana pelo jornal eletrónico Eco prova o contrário. Por isso, os centristas concluem que Centeno mentiu aos deputados.

Na quinta-feira à noite, na SIC Notícias, o deputado do CDS Adolfo Mesquita Nunes disse que, se a mentira for provada, António Costa deve intervir.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de