Costa enfrentou mais greves em dois anos do que Passos em todo o seu mandato

Houve mais greves com Costa do que com Passos, mas nenhuma foi nacional nem geral.

Os trabalhadores da administração pública cumprem, esta sexta-feira, uma greve por aumentos salariais, o que pode levar ao encerramento de escolas, ao cancelamento de atos médicos e comprometer o funcionamento de tribunais e finanças.

É um novo protesto na 'caderneta' de António Costa, que em menos de três anos já enfrentou quase tantas greves da Função Pública como as que ocorreram durante todo o mandato de Pedro Passos Coelho.

Segundo o Jornal Público , houve 399 greves durante o anterior governo e 322 pré-avisos de greve nos últimos dois anos, já com António Costa ao comando.

No entanto, enquanto Passos Coelho enfrentou quatro das 10 greves gerais que o país já viveu (com participação dos sindicatos do setor público e privado), tal nunca aconteceu nos ultimos anos.

O atual primeiro-ministro só contou com greves locais (ou "sectoriais"), Passsos teve 23 greves nacionais em 2013 (o ano de maior tensão social) e 11 em 2012.

Além disso houve mais greves a ser desconvocadas: 28 desde que Costa tomou posse, algo que nunca sucedeu durante os anos da coligação PSD/CDS.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de