"É uma discussão sem sentido. Fiz com Montenegro o mesmo que fiz com Passos"

Fernando Negrão responde à indignação dos deputados do PSD que o criticam por não ter feito uma intervenção na despedida do antigo líder parlamentar, Luís Montenegro.

Fernando Negrão considera injustificadas as críticas de alguns deputados do PSD. Em declarações à TSF, o atual líder da bancada social-democrata explica que teve a mesma atitude com Luís Montenegro como com Passos Coelho, quando deixou o Parlamento.

"É uma discussão sem sentido. Fiz com Montenegro rigorosamente o mesmo que fiz com Passos Coelho - usei o tempo do PSD porque o elogio devia partir do tempo do PSD, para dirigir palavras de despedida".

Em entrevista a Fernando Alves, na TSF, Fernando Negrão lembra que as críticas partiram de "meia dúzia de deputados" dentro da bancada

O líder da bancada do PSD admite que tenha sido mal interpretado, mas afirma que este caso não passa de um "epifenómeno".

"Não pode ter as proporções que está a ter porque não tem justificação para isso", garante.

A polémica surgiu na despedida de Luís Montenegro do Parlamento, quando Fernando Negrão, se remeteu ao silêncio. Vários deputados do PSD mostraram indignação em mensagens partilhadas por e-mails.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de