Educação com menos verba no próximo ano

Informação contrária à que consta da proposta do Orçamento do Estado apresentada em meados deste mês. O corte é de quase 170 milhões.

A pedido dos grupos parlamentares do PSD e do CDS-PP, os serviços do Ministério das Finanças enviaram na passada sexta-feira à Assembleia da República mais informações relacionadas com a proposta de Orçamento do Estado para 2017 e nos novos documentos verifica-se um corte de quase 170 milhões de euros para o Ensino Básico e Secundário e Administração Escolar em relação ao valor já estimado para este ano.

No entanto, na proposta do Orçamento do Estado para 2017, que foi divulgada em meados deste mês, era feita uma comparação entre o orçamento previsto para 2016 e o orçamento previsto para o próximo ano e os quadros mostravam um reforço de quase 180 milhões de euros (mais 3,1%).
Assim, entre o valor que, no ano passado, o Governo previu que iria gastar em 2016 (orçamento previsto) e o realmente gasto houve um aumento de 348,9 milhões de euros ao longo do ano.

Em comunicado, o ministério das Finanças confirma que durante este ano gastou com a educação mais do que o inicialmente previsto, o que influencia a comparação com o próximo ano.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de