"Em nome do PSD, peço desculpa. Sinto-me envergonhado"

Luís Montenegro diz que o PSD vai votar favoravelmente a moção de censura ao Governo.

Luís Montenegro considera que "tem faltado humildade ao Governo e tem faltado humildade ao primeiro-ministro", na forma de lidar com as tragédias provocadas pelos incêndios dos últimos quatro meses.

"O primeiro-ministro ainda não pediu desculpa em nome do Governo aos portugueses por aquilo que aconteceu e já o devia ter feito", disse o antigo líder parlamentar social-democrata no programa da TSF "Almoços Grátis".

Em resposta ao socialista Carlos César, que defende que "todos devemos desculpas a todos" pela corresponsabilidade na gestão da floresta e políticas da Administração Interna ao longo dos anos, Montenegro faz questão de pedir desculpa em nome do seu partido.

"Em nome do PSD peço desculpa na nossa quota-parte de responsabilidade, se a temos hoje como parlamentares. Sinto-me envergonhado como membro de um órgão de soberania de no meu país as pessoas que queriam fugir à morte tivessem ido ao encontro da morte. Isso é intolerável".

Porque esta "não é uma forma digna de representar o Estado", o PSD vai votar favoravelmente a moção de censura ao Governo do CDS, anunciou.

"Um juízo de censura político é inevitável" e terá de ser "muito duro perante um comportamento de ligeireza, de desleixo, de incompetência" do Governo e setores do Estado.

Luís Montenegro acusou António Costa de usar Constança Urbano de Sousa como "um escudo" para aplacar as críticas decorrentes dos incêndios que provocaram nos últimos quatro meses mais de cem mortos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de