Passos pede demissão do Governo: "Não merece uma segunda oportunidade"

Pedro Passos Coelho responsabilizou António Costa e o Executivo socialista pela tragédia dos incêndios. O presidente do PSD diz que "sente vergonha pelo que se passa".

Passos Coelho afirmou esta quarta-feira que o Estado "falhou clamorosamente" e que António Costa "demitiu-se das responsabilidades". "Este governo não merece uma segunda oportunidade", declarou, acrescentando que os sociais-democratas apoiam a moção de censura do CDS-PP ao governo.

"Por orgulho ou por instinto de sobrevivência, o Governo não fez o que devia", declarou o líder social-democrata aos jornalistas, depois de uma reunião do grupo parlamentar social-democrata.

"Como cidadão, já não como presidente do PSD, eu sinto vergonha pelo que se passou", afirmou Pedro Passos Coelho.

Sobre o caso do armamento desaparecido em Tancos, que foi, esta quarta-feira, encontrado na Chamusca, Passos Coelho diz que se trata de outro "falhanço do Estado".

"Espero que pelo menos desta vez, o Governo já não tenha dúvidas sobre o que se passou", retorquiu.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de