Política

CGTP anuncia semana de luta para este mês

Arménio Carlos, anunciou a data da contestação. A semana de 16 a 20 de maio vai ser marcada por greves, manifestações e concentrações, em prol da reposição dos direitos dos trabalhadores.

O líder da CGTP justificou a iniciativa afirmando que "só com a luta se alcança a mudança" e que a semana de manifestações pretende reivindicar o aumento de salários, o emprego com direitos, a renovação da contratação coletiva e as 35 horas de trabalho semanal para os trabalhadores dos setores público e privado.

PUB

"Este é o tempo de concretizar a esperança e lutar pela mudança. Um tempo recheado de desafios e de potencialidades [...]. O cumprimento das promessas credibiliza os políticos e a política reforça a democracia", disse Arménio Carlos perante milhares de pessoas que o ouviam na alameda D. Afonso Henriques, em Lisboa, onde terminou o tradicional desfile comemorativo do Dia do Trabalhador.

O dirigente sindical considerou que "as medidas implementadas (pelo atual governo), embora limitadas, invertem o rumo de cortes sucessivos nos salários, nas pensões e nos direitos", mas defendeu que perante o novo quadro político e "nesta nova fase é preciso ir mais longe".