Política

A vez de António Costa

17 ministros, para além de António Costa, o primeiro. 41 secretários de Estado. Costa prometeu a "máxima lealdade" nas relações com o Presidente da República e deixou claro que o Governo responde perante o parlamento. Cavaco avisou que não vai abdicar de nenhum dos poderes que lhe são inerentes, e sublinhou que só não tem legitimidade para dissolver o parlamento.

O XX Governo de Portugal, liderado por Passos Coelho e Paulo Portas, durou 55 dias. Foi o mais curto em 40 anos. Agora, toma posse o XXI, liderado por António Costa. É a vez do Partido Socialista, apoiado em acordos assinados com o Bloco de Esquerda, o Partido Comunista e "Os Verdes" assumirem a governação.

A hora desta tomada de posse deu que falar, uma vez que decorre quase à mesma hora em que se realizam debates na Assembleia da República, obrigando à ausência de 21 deputados do PS.

É esse, 21, o número de recém-eleitos deputados à Assembleia da República que transitam para o Governo liderado pelo Primeiro-ministro António Costa.

O executivoé composto por 17 ministros, para além de Costa, e 41 secretários de estado, o que faz dele o segundo maior só superado pelo de Santana Lopes. Dos 41 secretários de estado, 16 são mulheres.

Aqui, a TSF vai acompanhar, ao minuto, "tudo o que se passa" no Palácio da Ajuda, em Lisboa.

Ao Minuto