Algarve

Deram música ao primeiro-ministro na abertura do ano letivo

Um antigo solar recuperado em Loulé será a primeira escola pública de música a sul do Tejo.

O arranque para o novo ano letivo foi dado por António Costa numa escola de música novinha em folha.

O primeiro-ministro andou de sala em sala a ouvir os dotes musicais dos alunos.

"Hoje, que é o primeiro dia do novo ano letivo, é necessariamente um dia de festa. E não há festa sem música", enfatizou o primeiro-ministro.

O conservatório de Loulé é a primeira escola pública de música a sul de Lisboa e está instalado num antigo solar do século XVIII, que foi totalmente recuperado pela autarquia.

O presidente da Câmara Municipal de Loulé, Vítor Aleixo, fala num investimento avultado de 2,8 milhões de euros. Mas "a educação dos muitos milhares de jovens que por aqui passarão, não serão nunca traduzíveis num valor monetário", contrapõe.

Neste local vai ser lecionado o ensino público especializado de música até ao 12.º ano.

António Costa lembrou que ele próprio fez parte, há muitos anos - em 1971 -, do grupo de alunos que esteve no arranque da primeira experiência de ensino artístico integrado no Conservatório de Lisboa. "Por isso, inaugurar o primeiro conservatório público a sul do Tejo é para mim um enorme privilégio", afirmou o primeiro-ministro.

Neste ano letivo que agora começa, António Costa só encontra virtudes: "É um ano diferente, porque vamos ter uma escola com currículos mais flexíveis, uma escola mais inclusiva, maior diversificação de oferta e somar mais 50 salas de ensino pré-escolar."

O primeiro-ministro referiu ainda que já há ensino pré-escolar em 90% dos concelhos do país, mas que a meta é atingir a totalidade do continente.

  COMENTÁRIOS