Política

CDS também quer conhecer grandes devedores de bancos ajudados pelo Estado

Depois de ontem Rui Rio ter exigido conhecer a lista das grandes empresas devedoras a bancos intervencionados pelo Estado, esta segunda-feira, o CDS insiste e anuncia diploma para obrigar à divulgação.

"Sempre que o Estado intervenha direta ou indiretamente no capital de instituições financeiras", o CDS defende que o Banco de Portugal deve publicar, entre outras informações, "a lista dos maiores credores com crédito vencido que tenha causado prejuízo financeiro efetivo a essa instituição e tenham estado na origem da intervenção estatal".

O diploma que o CDS vai apresentar, no Parlamento, visa alterar o regime geral das instituições de crédito das sociedades financeiras que, na leitura dos centristas " permite exceções ao sigilo bancário" desde que devidamente enquadradas, "uma ação consequente para acabar com as limitações legais", diz João Almeida.

O deputado e porta-voz do CDS defende a publicação destes "requisitos" a bem da transparência.

"Muitas vezes são as mesmas entidades que causaram estes prejuízos nas várias instituições financeiras e não faz sentido que os contribuintes não saibam quem esteve na origem dos problemas que levaram o Estado a intervir com dinheiros públicos", diz o deputado centrista.

Ainda ontem, o novo líder do PSD, Rui Rio exigiu conhecer a lista dos principais devedores da Caixa Geral de Depósitos e do Novo Banco, uma exigência que tanto PSD como CDS já tinham feito durante os trabalhos da Comissão Parlamentar de Inquérito à Recapitalização da Caixa Geral de Depósitos, na altura, o Banco de Portugal invocou o sigilo para não fornecer esta informação, embora, como lembra do CDS, o Tribunal da Relação tenha dado razão aos deputados.

  COMENTÁRIOS