Política

Como a política portuguesa olha para a vitória de Macron

PSD, PS, CDS, e BE comm olhares virados para França nesta noite de domingo.

PSD

Miguel Morgado do PSD salienta que os social-democratas ficaram satisfeitos com a vitória do candidato europeísta. Resta ver que condições terá para exercer o poder e o que as próximas legislativas vão trazer para o partido socialista francês, que com Benoit Hamon na primeira volta teve uma votação muito curta, em torno dos 6%.

PS

O PS reagiu em comunicado na página de internet, manifestando satisfação com a vitória de Macron. Um resultado, escrevem os socialistas, "contra o populismo, o nacionalismo e a xenofobia" e que demonstra o apoio de França ao projeto europeu.

BLOCO DE ESQUERDA

Já Marisa Matias, do Bloco de Esquerda, diz que os 11 milhões de votos em Le Pen são um motivo de preocupação.

CDS

O CDS alerta para o terramoto no sistema político francês. Telmo Correia considera ainda que a vitória de Macron, sendo bem vinda, não foi uma surpresa.

O PCP remete um comentário para esta segunda-feira.

  COMENTÁRIOS