Política

De Buzz Lightyear ao erro assumido. Os protagonistas do "dia B"

Eis as figuras mais marcantes na reunião magna do Bloco de Esquerda.

Francisco Buzz Lightyear Louçã : foi o mais aplaudido do dia ao apresentar o Bloco como a única alternativa ao medo e aos rufias da direita. Os bloquistas não têm de ir "para o infinito e mais além", é mais "modesto, diz, mas já sabe qual o caminho a seguir.

Robles , "o erro" : Ricardo Robes não esteve presente na convenção bloquista mas a polémica não foi esquecida. Catarina Martins arrumou o assunto logo no discurso inicial ao dizer que tudo se tratou de um "erro".

Marisa , "a melhor" : A eurodeputada Marisa Matias foi anunciada como a cabeça de lista do Bloco de Esquerda às eleições europeias de 2019, "a melhor candidata que o país pode ter", nas palavras da coordenadora bloquista.

Catarina, a coveira : A enterrar? O voto útil. Está na hora de votar na Esquerda, e não para tirar a Direita do poder. "Morreu o voto útil, renasceu a possibilidade de o povo impor o respeito".

Fundadores a olhar para o futuro : Fernando Rosas e Luís Fazenda elegem a renegociação da dívida ou a revisão do Tratado Orçamental europeu como patamares mínimos para o BE integrar um Governo.

Os críticos : contra atual direção e solução governativa, os 47 delegados que assinam a moção M dizem que o Bloco é agora um partido mais fraco, um "fantasma" que precisa de um sobressalto.

José Soeiro com luvas cor de rosa : Um par de luvas de limpeza, uma escala de turnos, uma t-shirt e uma pedra foram as armas exibidas por José Soeiro para demonstrar que o partido está ao lado dos trabalhadores que lutam por melhores condições de trabalho.

Pedro Filipe Soares, o descomplexado : O Bloco tem capacidade para governar, considera o líder parlamentar. "Estamos hoje descomplexados" depois do apoio ao Governo socialista.

  COMENTÁRIOS