Política

Deputado do PS avisa o Governo: "Isto não é maneira de gerir empresas públicas"

Na Manhã TSF, Paulo Trigo Pereira, deputado independente do PS, critica as restrições ao investimento por parte das empresas públicas.

Paulo Trigo Pereira critica a gestão "um pouco irracional" do Estado sobre as empresas públicas, que tem travado o investimento.

"As empresas públicas têm grandes restrições ao investimento e é isso que, em parte, também explica o fraco nível de investimento", defende o deputado, "ainda continuamos com uma gestão um pouco irracional, de grande controlo do Estado em relação à gestão pública das empresas, que não conseguem fazer investimento porque têm de ter sempre o despacho deste ministro, daquele ministro, ... Isto não é maneira de gerir empresas públicas".

Para o deputado independente do PS, "é necessário alterar os processos para que a máquina do Estado funcione melhor".

Esta é uma das recomendações do livro que está prestes a chegar às livrarias e que aprofunda um estudo desenvolvido em setembro do ano passado, em conjunto com Ricardo Cabral, Joana Andrade Vicente e Luís Teles Morais.

Na Manhã TSF, o economista (que mantém ativa na Internet uma página com artigos de opinião e as atividades que tem no Parlamento), avisa também que "as pessoas têm uma sensação de euforia, mas dificuldades não foram ainda ultrapassadas" e avisa: "ainda temos um longo caminho pela frente".

  COMENTÁRIOS