Política

Deputados elegem vice-presidentes da Assembleia da República

Matos correia, do PSD, Jorge Lacão, do PS, José Manuel Pureza, do BE, e Teresa Caeiro, do CDS foram eleitos vice-presidentes da AR. Deputados elegeram ainda secretários e conselho de administração.

Matos Correia, do PSD, foi o vice-presidente mais votado, com 173 votos a favor, seguido de Teresa Caeiro, do CDS, com 172 votos "sim". José Manuel Pureza, do BE, obteve 137 votos, enquanto Jorge Lacão, deputado socialista, foi o vice-presidente menos votado, com 122 votos a favor.

Os membros da Mesa da Assembleia da República foram "todos eleitos à primeira volta", como sublinhou o recém-eleito presidente da Assembleia da República, Ferro Rodrigues.

O PCP que, na última legislatura, tinha em António Filipe um dos vice-presidentes, não apresentou nenhum nome, já que, de acordo com o Regimento da Assembleia da República, apenas os "quatro maiores grupos parlamentares" propõem um vice-presidente.

Nesta eleição votaram 226 dos 230 deputados.

Depois da eleição de Ferro Rodrigues como presidente da Assembleia da República, os deputados votaram hoje os nomes dos vice-presidentes e secretários da Mesa da AR, bem como os membros do Conselho de Administração.

Para secretários da Mesa foram aprovados os nomes de Duarte Pacheco, do PSD, Idália Serrão, do PS, Moisés Ferreira, do BE, e Abel Batista, do CDS).

Pedro Alves, Luísa Salgueiro e Diogo Rodrigues, do PS, e ainda Emília Santos, do PSD, foram eleitos vice-secretários.

No conselho de administração, aprovado com 215 a favor, 9 brancos e um nulo, figuram os nomes de Pedro Pinto, do PSD, Marcos Perestrello, do PS, Paulino Ascensão, do BE, João Rebelo, do CDS-PP, Bruno Dias, do PCP e José Luís Ferreira, do Partido Ecologista "Os Verdes".