Paula Teixeira da Cruz

Montenegro? "Não há golpe de Estado nenhum. A verdade é que o PSD tem desaparecido"

Antiga ministra da Justiça admite que há um "descontentamento inequívoco" no PSD.

Paula Teixeira da Cruz, antiga ministra da Justiça no governo do PSD, considera "legítimo" o movimento de Luís Montenegro ao apresentar-se como disponível para uma candidatura à liderança do PSD e assegura que nenhuma regra interna do partido foi violada.

"Eu não percebo esta lógica do golpe de Estado, não há golpe de Estado nenhum, isto está previsto nos estatutos do partido que preveem estas situações. Portanto, golpe de Estado não há", esclarece Paula Teixeira da Cruz.

Perante as palavras de Montenegro, a social-democrata admite que o PSD não está numa boa fase. "A verdade é que o partido tem desaparecido do espetro político, não se conhecem iniciativas do PSD do ponto de vista estrutural e, portanto, é perfeitamente legítimo".

Questionada sobre o timing escolhido para este anúncio, em ano eleitoral e apenas um ano depois das diretas no PSD, Paula Teixeira da Cruz explicou que não gosta de "taticismos políticos" e, como tal, "se neste momento se vê que o maior partido português está a desaparecer do mapa político é uma questão de necessidade".

A antiga ministra da Justiça assumiu ainda que há um "descontentamento inequívoco" dentro do partido.

LER MAIS:

"Desafio o dr. Rui Rio a marcar eleições e a apresentar a sua candidatura"

"A sede de poder não vale tudo." Vice-presidente do PSD acusa Montenegro de "golpe de Estado"

De "ponta de lança" a "nadador-salvador" do Governo Passos. Chegou a hora de Montenegro?

Mais um. Miguel Morgado pondera avançar para a liderança do PSD

PSD precisa de "clareza". É melhor do que "mais um ano desta paz podre"

"É uma sede violenta de poder que vai destruir o PSD." Ângelo Correia ataca Montenegro

Montenegro ameaça falar "muito em breve" sobre o "estado das coisas" no PSD

Declarações "gravíssimas e descabidas". Montenegro atira-se a Ferreira Leite e ameaça Rio

"Prefiro que o PSD tenha pior resultado nas eleições do que um rótulo de direita"

  COMENTÁRIOS