Política

Passos concorda com sanções de "força máxima" aos países incumpridores

O líder do PSD mostrou-se "genericamente" a favor da ideia defendida pelo Partido Popular Europeu sobre aplicação de sanções aos países que falhem os objetivos de estabilidade e crescimento.

Durante o fim de semana, o Partido Popular Europeu defendeu "força máxima" nas sanções a aplicar aos países que não cumpram o Pacto de Estabilidade e Crescimento.

Esta tarde, o líder do PSD disse que concorda "genericamente" com esta intenção dos conservadores europeus, sublinhando que a "observação" do PPE não visa diretamente Portugal.

No caso de Portugal, Passos Coelho salienta que o esforço para equilíbrio das contas públicas foi "efetivo" entre 2011 e 2015.

Passos Coelho falava durante uma visita a empresas no distrito de Leiria.