Trabalho

PS quer "concertação parlamentar" nas alterações à legislação laboral

Carlos César, líder parlamentar do PS, quer diálogo à Esquerda, mas admite que não haverá acordo em todas as propostas.

O PS vai apresentar propostas de alteração às medidas do Governo sobre legislação do trabalho que foram aprovadas na concertação social.

A garantia foi dada esta quinta-feira por Carlos César, no final de uma reunião do grupo parlamentar socialista em que participou o ministro do Trabalho, Vieira da Silva.

Aos jornalistas, o líder parlamentar do PS disse que os socialistas querem "analisar" e "melhorar" as propostas do Governo sobre a Lei do Trabalho, em diálogo com os restantes partidos.

"Entendemos que as medidas que o Governo propõe são positivas e que melhoram a situação dos trabalhadores portugueses e foi muito importante que áreas patronais pudessem concorrer para essa melhoria da vida e da segurança no trabalho. "Mas é importante também, no entender do PS, que algumas áreas sejam ainda melhor clarificadas e que as iniciativas do Governo sejam aqui melhoradas. E foi isso mesmo que transmitimos ao senhor ministro. Vamos analisar em detalhe as propostas e iremos apresentar propostas de alteração e estabelecer um diálogo com todos os partidos políticos", anunciou.

Carlos César promete diálogo, em particular com os parceiros da Esquerda, admitindo, no entanto, que em várias matérias não haverá acordo.

"Mas podemos e devemos conversar com o BE, com o PCP, com o PEV, que são parte importante do nosso projeto governativo nesta legislatura, e queremos com eles também partilhar o que for possível partilhar", defendeu.

  COMENTÁRIOS