Marcelo Rebelo de Sousa

Sá Carneiro e Mário Soares no Panteão Nacional é "justíssimo"

O Presidente da República acredita que é "justíssimo" que Sá Carneiro vá para o Panteão Nacional, assim como Mário Soares.

"Parece-me justíssimo tanto num caso como noutro caso, são pais da democracia portuguesa. Isto parece-me incontestável e parece-me que o Parlamento tem de definir regras que não tenham de mudar todos os anos", disse o chefe de Estado saída da cerimónia de comemoração do Dia da Universidade de Lisboa.

Marcelo Rebelo de Sousa acredita que é necessário a Assembleia da República tomar uma decisão sobre o tema. "Se sente que há homenagens que devem ser feitas, naturalmente que o quadro legislativo deve ser suficientemente flexível para permitir essas homenagens. Se sente, pelo contrário, que uma vez feita a homenagem num determinado momento há que deixar correr um período de tempo e depois é discutível qual, legisla nesse sentido", justifica.

"Para evitar melindres, que neste caso não surgem mas que pode surgir noutros casos, cabe à AR e o Presidente aceita o que for votado pela AR", acrescentou o chefe de Estado.

  COMENTÁRIOS