Política

António Leitão Amaro líder da bancada do PSD? José Eduardo Martins gostava

José Eduardo Martins, antigo deputado e ex-secretário de Estado do Ambiente e do Desenvolvimento Regional, sugere a Hugo Soares que coloque o lugar à disposição.

Não votou, mas tinha preferência por Rui Rio e, por essa razão, José Eduardo Martins ficou contente com o resultado das eleições no PSD. "Hoje, apesar de tudo, o PSD conseguiu acabar uma campanha que não correu bem da melhor maneira. Muitas pessoas votaram, houve muito dinamismo, com eleições muitíssimas participadas. Os candidatos disseram ao que vinham, Rui Rio ganhou, mas espero que tudo acabe amanhã e que a partir de amanhã sejamos todos PSD sabendo quem é o nosso adversário."

José Eduardo Martins não acredita em purgas, dizendo que esse não seria um caminho inteligente a tomar por Rui Rio. "Aguentámos o país num momento muito difícil, num tempo em que Portugal era gerido a partir de fora por responsabilidade que não era nossa, conseguimos recuperar de um défice de 11 para 3%. Fomos protagonistas de alguns dos anos mais difíceis."

Para os próximos tempos, o antigo secretário de Estado deseja um "projeto aspiracional", um PSD novo e "disposto a ouvir para fora das suas portas". "Tive muita vontade de organizar uma conferência para quem não se estava a rever nesta campanha, mas acabei por desistir. Falei com muitas pessoas e o que me disseram foi que o importante é que o PSD não esteja só fechado sobre os seus militantes, sobre o seu dia-a-dia, que possa perceber que há nesta sociedade portuguesa uma imensa maioria silenciosa que não se revê na gestão quotidiana de António Costa, que não se revê nesta maneira de governar Portugal e que espera do PSD bastante mais do que ele tem sido."

Sobre o facto de Rui Rio não ter sido eleito deputado e, por isso, não poder estar presente na Assembleia, José Eduardo Martins não vê nisso uma fragilidade, confessando o desejo que a direção da bancada parlamentar coloque o lugar à disposição e que António Leitão Amaro possa ser o novo líder parlamentar do PSD. "Não creio que vá ser uma fragilidade. Não creio porque o deputado António Leitão Amaro, um dos mais destacados, cuja intervenção ao longo desta legislatura foi muito importante e nos reconciliou com a nova geração foi apoiante de Rui Rio. Creio que no grupo parlamentar há muitas soluções. No próprio grupo há deputados com muita valia. Todos os deputados eleitos sabem que na democracia quando ganha um líder é preciso ajudá-lo. Se for o António Leitão Amaro a comandar a bancada do PSD no Parlamento o PSD está muitíssimo bem servido, o novo líder também e o Dr. António Costa que se cuide."

Este domingo, a TSF falou com Leitão Amaro que preferiu não falar do PSD uma vez que está a acompanhar a tragédia ocorrida esta noite em Tondela, região de que é natural.

  COMENTÁRIOS