Costa sugere que relatório sobre Tancos tenha sido "fabricado"

"Sei que o documento não é de nenhum organismo oficial do Estado português", afirma o primeiro-ministro.

O primeiro-ministro, António Costa, sugere que o relatório citado pelo semanário Expresso que dá conta de falhas graves no caso de Tancos pode ter sido "fabricado".

Em declarações à RTP, em Loulé (Algarve), o primeiro-ministro diz que receia que o relatório "não seja autêntico".

"Não sei a que documento se refere o jornal. Sei que não é de nenhum organismo oficial do Estado português", afirma o primeiro-ministro.

Por outro lado, Costa critica o líder do PSD, Pedro Passos Coelho, por ter comentado uma notícia cuja autenticidade não confirmou.

António Costa considera ainda que esta polémica já fez uma primeira vítima: a credibilidade da informação.

Forças Armadas negam existência de relatório

O Estado-Maior-General das Forças Armadas (EMGFA) negou este sábado a existência de "qualquer relatório" sobre o furto de armas em Tancos.

"Relativamente à notícia hoje [sábado] publicada pelo jornal Expresso intitulada "relatório explosivo sobre Tancos arrasa poder político e militar" e que está a ter eco em outros órgãos de comunicação social, vem o Estado-Maior-General das Forças Armadas (EMGFA) informar que o seu Centro de Informações e Segurança Militar (CISMIL) não produziu qualquer relatório sobre o assunto", lê-se no comunicado enviado à TSF. Posteriormente, o Exército também negou a existência de um relatório sobre Tancos.

O semanário Expresso noticia este sábado que um relatório dos serviços de informações militares sobre o furto de armas em Tancos "arrasa ministro e militares".

Por seu lado, o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, recusou este sábado comentar relatórios confidenciais, mas reafirmou que os portugueses querem saber a verdade sobre Tancos.

"O que digo sobre esse caso é sempre o mesmo: os portugueses esperam e o Presidente da República espera que haja o apuramento de uma realidade que é muito importante", afirmou.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de