"Verdes" acusam Governo de querer "condicionar" avaliação ambiental do novo aeroporto

Deputada Heloísa Apolónia explica que o partido quer quer o executivo "alinhe na ordem correta das coisas".

Assinado o acordo entre Governo e ANA - Aeroportos de Portugal para a construção do aeroporto no Montijo, o assunto é debatido, na tarde desta quinta-feira, no Parlamento. O Partido Ecologista "Os Verdes" (PEV) não se conforma com o facto de o acordo para o financiamento da obra avançar sem que seja conhecido o Estudo de Impacto Ambiental e agendou o debate potestativo.

Heloísa Apolónia, deputada do PEV, acusa o Governo de querer condicionar a avaliação sobre as consequências ambientais.

"Estar a tomar uma decisão antes de feita a avaliação de Impacto Ambiental é, à luz dos olhos de toda a gente, estar a querer condicionar uma conclusão para essa avaliação e isso é absolutamente inadmissível. Está tudo invertido, é inadmissível em termos de política ambiental e Os Verdes querem, justamente, confrontar o Governo com esta questão que é, na nossa perspetiva, profundamente preocupante", explica a deputada.

Além de confrontar o Governo, Os Verdes pretendem que o Governo "alinhe na ordem correta das coisas", assumindo que deve ser feito um estudo de impacto ambiental. "Devem ser estudadas várias localizações, à mesma medida, para fazer comparação de impactos."

Os Verdes consideram que, ao assinar o acordo, o Governo põe em prática uma violação grosseira dos objetivos do estudo e demonstra que está a pôr os interesses da concessionária à frente dos interesses do desenvolvimento sustentável.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de