Verdes querem que Lei de Bases da Saúde "ponha termo ao subfinanciamento"

Na audiência com o presidente da República, José Luís Ferreira apela "ao fim da promiscuidade entre os sectores público e privado" e destaca a necessidade da nova Lei de Bases "aproximar os cuidados dos cidadãos".

Os Verdes fazem um "balanço bastante positivo" dos quatro anos de legislatura que está prestes a terminar. Recebido esta tarde em audiência pelo presidente da República, no Palácio de Belém, José Luís Ferreira defendeu junto de Marcelo Rebelo de Sousa que o partido foi corresponsável por diversas conquistas da atual governação.

"Vamos ter pela primeira vez em Portugal uma Lei de Bases na Habitação, mas também falámos (com o PR) de outras vitórias que Os Verdes conseguiram nesta legislatura, estou a falar da necessidade que o Governo teve de rever o Plano Nacional de Barragens, e três dessas barragens deixaram de ser construídas. Estamos a falar daquilo que para Os Verdes é a maior vitória desta legislatura", disse aos jornalistas José Luís Ferreira.

Outra das medidas apontadas como muito positiva é a redução do preço dos passes sociais, mas o deputado do PEV diz-se "muito preocupado" com os problemas dos transportes públicos e no setor da saúde. José Luís Ferreira considera, por isso, essencial que a Lei de Bases da Saúde seja "um instrumento importante" para aproximar os cuidados dos cidadãos, mas terá de dar respostas a várias questões.

"É necessário que esta Lei de Bases da Saúde consiga pôr termo a este ciclo de subfinanciamento que o SNS tem estado sujeito durante décadas e, portanto, inverter esta tendência. Em segundo lugar, seria muito bom que esta Lei de Bases pudesse responder às necessidades de valorizar os profissionais da saúde que têm sido muito mal tratados durante o período do anterior lugar", sublinhou.

Durante a audiência com o presidente da República, a delegação do PEV defendeu ainda que a abstenção nas eleições europeias está relacionada em parte com "a deriva da Europa", considerando que "a UE está transformada num instrumento do neoliberalismo".

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de