Marcelo Rebelo de Sousa volta a dar notas na TSF

À semelhança do que fazia na década de 90, no programa "Exame", da TSF, o Presidente da República aceitou o desafio da rádio e avaliou o país.

Marcelo Rebelo de Sousa considera que, de 0 a 20, o país, depois de um ano que se temia complicado, merece 19 valores na projeção internacional, especialmente devido à eleição de António Guterres para secretário-geral da ONU.

Marcelo Rebelo de Sousa foi entrevistado na TSF por Arsénio Reis (TSF) e Paulo Baldaia (DN)

00:0000:00

Nos outros campos, o Presidente da República não vai tão longe. Em matéria de cumprimento dos compromissos europeus, Marcelo dá 15 valores. Em termos de saída da crise, um suficiente, entre 11 e 13 valores. Noutros domínios, como a perspetiva de futuro, a juventude e a parte cultural, Marcelo dá 16 ou 17 valores.

Em jeito de conclusão, o Presidente da República explica que o país tem uma grande assimetria entre a situação social, a que dá uma nota de suficiente, o cumprimento do rigor financeiro, que considera ser bom, "embora com problemas", e a projeção internacional e as perspetivas de futuro, a que classificou com um bom+.

O Presidente da República esteve na TSF, esta quinta-feira, na inauguração das novas instalações da rádio e dos outros meios do grupo Global Media.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de

Outros Artigos Recomendados