Medina sem maioria absoluta em Lisboa

Fernando Medina conseguiu 42,02% dos votos. O PS perde, assim, a maioria absoluta na capital. Fica com menos três vereadores do que em 2013.

Os resultados finais só foram conhecidos ao final da madrugada. O PS conseguiu 42,02% dos votos em Lisboa, perdendo assim a maioria absoluta.

Em 2013, o PS, com António Costa na liderança, conseguiu eleger 11 mandatos. Nestas eleições autárquicas conquistou oito - menos três vereadores do que há quatro anos.

Assunção Cristas, a segunda mais votada, conquistou 20,57%, conseguindo quatro mandatos. O PSD (11,23%) e o PCP-PEV (9,56%) elegeram dois vereadores cada. Já o Bloco de Esquerda, com 7,13% dos votos, conseguiu um vereador.

Antes de serem conhecidos os resultados finais, Fernando Medina prometeu criar pontes com outros partidos, em especial à esquerda, caso conseguisse a maioria absoluta. "Se o Partido Socialista tiver maioria absoluta é minha intenção abrir um processo de diálogo com as várias forças políticas, em particular à nossa esquerda, disponibilizando-me para pactos alargados para a governação da cidade que podem chegar à atribuição de pelouros".

Medina acrescentou que "qualquer que seja o resultado, procuraremos alargar a base política, no sentido de termos mais apoio para as políticas que vamos concretizar". "Nós governamos dessa forma, na procura de alargar a base social e política", disse.

A nível nacional, o PS conquistou mais de metade dos municípios do país. As derrotas comunistas ajudaram a este resultado histórico do Partido Socialista. O PCP perdeu dez câmaras municipais.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de