"O Presidente da República não é uma entidade independente e técnica"

É a resposta de Maria Luís Albuquerque a Marcelo que disse que os resultados orçamentais do Governo são sustentáveis. A ex-ministra das Finanças prefere ouvir outras entidades mais "independentes".

O elogio do Presidente da República às contas do Governo está longe de ser subscrito pelo PSD. Em entrevista ao programa A Vida do Dinheiro, da TSF e do Dinheiro Vivo, Maria Luís Albuquerque lembra que quando estamos a falar da sustentabilidade das contas públicas "o Presidente da República não é uma entidade independente e técnica, eu não citaria o Presidente da República neste contexto".

A ex-ministra diz confiar mais "na UTAO, no Conselho de Finanças Públicas, nas próprias agências de rating, na Comissão Europeia ou do Fundo Monetário Internacional" e explica porquê: "São entidades independentes do Governo e da maioria".

A entrevista a Maria Luís Albuquerque vai para o ar este sábado, às 13h, na TSF. E é publicada na edição em papel do Dinheiro Vivo que sai ao sábado com o Diário de Notícias e com o Jornal de Notícias.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de