Passos garante que PSD não é xenófobo nem racista

Em entrevista à TSF, o líder do PSD afirmou também que o candidato autárquico "André Ventura não defendeu a pena de morte".

O líder do PSD, Pedro Passos Coelho, afirmou esta quinta-feira, em entrevista na Manhã TSF, que o seu partido xenófobo nem racista, falando em "acusação infundada".

"Existe muita gente a querer meter o rótulo de xenófobo e racista ao PSD, mas é uma acusação infundada. As políticas de porta aberta criam insegurança e podem provocar situações graves de segurança no futuro. Vamos apresentar no Parlamento uma proposta para repor a lei que existia", disse o líder social-democrata.

Na mesma entrevista à TSF, Passos Coelho considerou também que o candidato à Câmara Municipal de Loures apoiado pelo PSD, André Ventura, "tem colocado preocupações em cima da mesa" durante a campanha para as eleições de 1 de outubro.

"Ele fez a sua campanha, chamou a atenção para muitos problemas na Câmara de Loures. Ele não defendeu a pena de morte. O PSD não defende a pena de morte. Ponto final. Há muita gente interessada na extrema-esquerda e no PS em fazer de André Ventura um caso para a sua própria campanha", referiu Passos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de