Paulo Portas: PCP e BE "devem corar de vergonha"

O líder do CDS diz que os aumentos previstos no programa do PS são inferiores aos previstos pela coligação Portugal à Frente.

Os aumentos anunciados para as pensões no documento programático revelado na quarta-feira pelo PS são muito inferiores aos previstos por PSD e CDS. Por isso, defende Paulo Portas, ao Bloco de Esquerda e o PCP "devem corar de vergonha" com as acusações que fizeram no passado à coligação Portugal à Frente.

As críticas de Paulo Portas ao PCP e Bloco de Esquerda

00:0000:00

Paulo Portas, durante uma das sessões das jornadas "Portugal, Caminhos do Futuro", mostrou-se ainda preocupado com a perceção internacional sobre o país, que agora "está a ficar dependente do Comité Central do Partido Comunista", um partido que é "anti-euro, anti-União Europeia e anti-NATO".

O líder do CDS diz estar "obviamente preocupado" com a perceção internacional de Portugal

00:0000:00

As jornadas da coligação Portugal à Frente, terminam esta quinta-feira, um pouco por todo o país. Pedro Passos Coelho, que na quarta-feira não esteve em nenhum sessão, vai estar em Lisboa, ao lado do Nuno Melo, do CDS.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de