Paulo Rangel: secretário de Estado do Tesouro e das Finanças deve demitir-se

O eurodeputado fala em desfaçatez da parte de Ricardo Mourinho Félix, que confirmou à TSF que António Domingues participou em três encontros com entidades europeias quando ainda estava no BPI.

Paulo Rangel pede a demissão de Ricardo Mourinho Félix, secretário de Estado Adjunto, do Tesouro e das Finanças. O eurodeputado, contactado pela TSF, faz questão de vincar que se trata apenas de uma opinião pessoal.

A opinião pessoal de Paulo Rangel

00:0000:00

Em causa está a novela da Caixa Geral de Depósitos. Mourinho Félix confirmou à TSF que António Domingues participou em três encontros com entidades europeias, nas quais se discutiu a capitalização da Caixa, antes de assumir funções no banco público.

O Governo garante que António Domingues não teve acesso a informação privilegiada, mas o eurodeputado do PSD não fica convencido. Paulo Rangel fala em desfaçatez e diz que é preciso retirar consequências políticas deste caso.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de