"Professores têm razão", defende Assunção Cristas

A líder do CDS sai em defesa dos professores, mas reconhece que pode não ser possível dar tudo a toda a gente ao mesmo tempo.

Assunção Cristas fala num "choque com a realidade" a propósito da guerra entre o governo e os professores. Em entrevista à TSF, a líder do CDS defende que "o Governo criou expectativas de que era possível dar tudo a todos e ao mesmo tempo" e que agora tem que se sentar com os sindicatos para "encontrar uma solução".

Cristas, reconhece, no entanto, que "os professores têm razão em pedir um tratamento igual e justo em relação a outros" e explica que "quem não apanhou o congelamento vai poder chegar ao final das suas carreiras em circunstâncias diferentes dos que apanharam o congelamento se nada for feito."

Sem ignorar que "a situação orçamental é difícil", Assunção Cristas pede ao Governo que saiba encontrar uma solução, para um problema que ele próprio criou.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de