Salários e sobretaxa ficam para depois

Algumas das matérias que ainda dividem o PS e os partidos da esquerda parlamentar não foram votadas, esta manhã, baixando à comissão especializada, onde serão negociados acertos aos diplomas.

Os projetos relativos à extinção da sobretaxa de IRS, a reposição parcial de salários da Função Pública, a contribuição extraordinária de solidariedade, assim como os diplomas que pretendem reverter as subconcessões dos transportes públicos de Lisboa (Carris e Metropolitano de Lisboa) e do Porto (STCP, Metro do Porto), transitam para as diversas comissões para serem alvo de análise e para que seja possível um texto final que mereça o acordo do PS e dos partidos da esquerda.

O mesmo destino tiveram os diplomas sobre o alargamento a todas as mulheres da Procriação Medicamente Assistida, que baixou igualmente à comissão, sem votação.

Também o projeto do Bloco de Esquerda que prevê a maternidade de substituição vai ser discutido em comissão. O BE quer permitir o recurso às chamadas "barrigas de aluguer" às mulheres que tenham problemas graves de saúde, que as impeçam de engravidar.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de