A estreia da guerreira Alba Baptista. Netflix com série protagonizada por atriz portuguesa

"Warrior Nun" é a primeira série da Netflix com uma portuguesa a liderar o elenco. A TSF falou com a protagonista desta série que estreia com 10 episódios.

Há muitos equívocos que podem surgir antes de mergulhar no visionamento da primeira temporada de "Warrior Nun". Primeiro, a protagonista não é uma freira. Pelo menos, não no início da série. E apesar de todo o ambiente ser de uma ordem de guerreiras religiosas, e de as histórias serem sempre à volta do combate a seres diabólicos sobrenaturais.

E também não se pense que esta é uma série que segue à risca as histórias criadas por Ben Dunn, para a banda desenhada "Warrior Nun", do final do século passado. Há algumas semelhanças, mas até o nome da heroína, que nos livros era Areala, passou agora a ser Ava.

A atriz portuguesa Alba Baptista veste o hábito de Ava, a jovem guerreira que naturalmente vai liderar esta equipa, graças a uma espécie de auréola (um 'halo') que tem nas costas, e que lhe permite atravessar superfícies sólidas.

É a primeira vez que uma atriz portuguesa aparece na cabeça de uma produção da Netflix.

Na curta carreira de Alba Baptista, estão alguns filmes portugueses, como a curta "Miami", de Simão Cayate, as novelas "Jardins Proibidos", "Jogo Duplo" e "A Impostora", da TVI, e as séries "Sim, Chef", e "Madre Paula", da RTP.

Com quase 23 anos, Alba Baptista começa "Warrior Nun" morta. Ao ressuscitar, é uma jovem diferente.

A atriz explicou à TSF, que nunca tinha trabalhado numa produção com a dimensão desta. "A equipa era quase toda americana. Houve algumas diferenças culturais, mas eu adaptei-me rapidamente, e até apreciei", explica Alba Baptista.

Nesta conversa com a TSF, e questionada sobre a dificuldade de filmar uma cena no vazio, para depois entrarem os efeitos especiais, a atriz diz que é um desafio, mas foi muito ajudada pela equipa, que ia mostrando em desenhos como ficaria a cena final.

Outro desafio foi voltar a protagonizar cenas de combate. Para filmar a novela "Jardins Proibidos" tinha treinado pugilismo. Agora, foram outros truques, e, por isso, foi para Málaga, onde a série foi filmada, um mês antes de começar a rodagem.

Alba Baptista admite que esta série para a Netflix abre caminhos futuros, mas, para isso, é necessário trabalhar.

Nesta altura, não há ainda certeza sobre futuras temporadas. "Vai depender do sucesso da primeira", confessa a atriz. "Mas é uma possibilidade", acrescenta.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de