A velha praça de touros de Azaruja vai ser centro cultural

Uma antiga praça de touros vai ser alugada por uma associação, na aldeia de Azaruja, no Alentejo, para ser transformada num centro artístico e Cultural.

Há de ser um centro cultural e artístico e provavelmente há de ter uma FILA J, mas também muitas salas para várias atividades artísticas nesta aldeia do Concelho de Évora, Azaruja, mas também conhecida como S. Bento do Mato. José Chaves é aqui a voz da associação Zaratan, começou em Lisboa e agora quer alargar o espaço no Alentejo, nesta antiga praça de touros.

A praça está vazia e em ruínas há mais de uma década. Mas pode ter sido construída no século XVII, a traça do atual edifício foi concluída em 1860. Com capacidade para cerca de 1.500 espetadores, há quem diga que esta pode ter sido a primeira Praça de Touros portuguesa edificada.

Mas antes da ruína atual foi uma fábrica de cortiça

está em marcha um crownfunding para que esta associação, A Zaratan consiga ter meios para começar a suster a ruína para mais tarde começar o centro artístico e cultural.

Zaratan é um espaço gerido por artistas e uma associação cultural sem fins lucrativos que nasceu há quase 7 anos. E agora está a lançar este projeto na aldeia da Azaruja, no Alentejo, numa antiga praça de touros para concretizar um centro artístico e cultural.

Uma antiga praça de touros vai ser um centro cultural, no Alentejo, na aldeia de Azaruja, ou São Bento do Mato.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de