A violinista venezuelana e a música erudita portuguesa

A Camerata Atlântica, fundada pela violinista Ana Beatriz Manzanilla, faz parte da Temporada Música em São Roque, que decorre em Lisboa até 10 de novembro.

A venezuelana Ana Beatriz Manzanilla chegou a Portugal há mais de 20 anos. Na altura, a violinista foi contratada pela Orquestra do Norte, que estava sediada em Guimarães. "Recebemos um fax. Não sabíamos sequer onde ficava Guimarães". Ana Beatriz e o marido, também músico, vinham regularmente à Europa para participarem em cursos durante as férias mas nunca calhou viajarem até Portugal.

Os músicos fizeram toda a formação no El Sistema, um modelo de educação musical pública de acesso gratuito na Venezuela. Terminados os estudos vieram até à Europa, inicialmente até Cracóvia. Foi na Polónia que receberam o convite para tocarem em Portugal e aceitaram. "Quando se é jovem não se tem medo para grandes desafios. Não tínhamos compromissos, não tínhamos filhos. Estivemos seis meses em Guimarães, uma cidade lindíssima, que adoramos. Foi uma entrada em Portugal muito linda", recorda a violinista.

Depois de Guimarães vieram até Lisboa, depois de Ana Beatriz Manzanilla ser contratada pela Orquestra Gulbenkian. "Fiz a minha audição, consegui o lugar. Portanto, esse dia ficou decidida a nossa vida. E já vão quase 24 anos que estamos a experimentar", conta entre risos.

Além do trabalho como primeiro violino na Orquestra Gulbenkian, Ana Beatriz Manzanilla fundou a Camerata Atlântica em 2013, juntamente com amigos e colegas. "Nós músicos temos sempre alguma inquietude", refere a violinista para explicar que muitos colegas da Gulbenkian colaboram com outros grupos mais pequenos, seja de música erudita ou mesmo de jazz ou ritmos étnicos. "Eu acho que o músico gosta sempre de estar a inventar e a sentir-se vivo."

A Camerata Atlântica é um grupo de cordas com 11 instrumentos base, com a particularidade de não contar com um maestro. "É uma das poucas orquestras em Portugal sem a direção de um maestro."

A violinista sublinha que, para que tudo funcione, é importante que todos se conheçam bem musicalmente. "Ao sermos um grupo mais pequeno, podemos trocar ideias, podemos todos falar, dar opinião."

No domingo, 13 de outubro, o grupo atua no Convento de São Pedro de Alcântara em Lisboa, num concerto inserido na Temporada de Música de São Roque.

O maestro Filipe Carvalheiro, diretor artístico da temporada, explica que a edição dá muito destaque à música portuguesa, como forma de encorajar os músicos e os musicólogos portugueses a apresentarem reportório nacional.

A 31ª edição da Temporada de Música de São Roque conta com algumas novidades como a estreia de obras de compositores portugueses vivos. "São obras que foram compostas especificamente para a temporada, designadamente uma obra de Sérgio Azevedo e uma obra de Hugo Ribeiro", conta o maestro.

Todos os anos, a organização da Temporada de Música de São Roque abre um concurso para orquestras e músicos. Este ano, receberam mais de 60 candidaturas, uma delas foi a da Camerata Atlântica.

"Uma das razões fundamentais para a Camerata Atlântica ter sido escolhida é aquela que é transversal a todas as opções: são grupos de qualidade", revela o maestro explicando que o grupo privilegiou um programa com uma componente forte de música portuguesa. "Eles mostram uma perspetiva da música portuguesa para cordas do século XVIII até aos nosso dias."

Ana Beatriz Manzanilla, diretora artística da Camerata Atlântica, garante que tentaram fazer uma proposta irrecusável. A violinista garante ser uma honra poder fazer parte da temporada e espera que o programa possa também agradar ao público de domingo.

"São muitas sensações que o público presente pode sentir. Temos música religiosa, a [mezzo soprano] Carolina Figueiredo também vai cantar", conta.

A Música em São Roque, apresentada pela Santa Casa da Misericórdia de Lisboa é uma das mais antigas temporadas de música erudita de Lisboa. Começou na sexta-feira, 11 de outubro e decorre até 10 novembro, espalhada por vários palcos da capital.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de