A KINO, abre com O Vizinho do Lado

Começa esta noite, quinta feira 27 de janeiro, no Cinema S. Jorge, em Lisboa a 19ª edição do KINO, Mostra de cinema de expressão alemã.

PorJosé Carlos Barreto
© Rainer Bajo

A KINO, Mostra de Cinema de Expressão Alemã, tem trazido a Portugal, o cinema mais recente que os paises como: a Alemanha, a Áustria, a Suíça e o Luxemburgo produzem em cada ano, e nos últimos anos o cinema de expressão alemã, quer de alguma forma mostrar o melhor que tem feito. Nesta edição com muitas estreias, é a principal linha da 19ª edição do KINO.

Estreias mas também a participação das mulheres na realização, do numero total de filmes do KINO deste ano, a maioria são de mulheres realizadoras.

Holofotes apontados, para as histórias de cinema no feminino, é também uma das preocupações da KINO que, uma vez mais, apresenta uma maioria de filmes realizados por mulheres e que tem a apresentação, na íntegra na plataforma Filmin.pt sob o título "KINO no feminino".

A apresentação de primeiros filmes é uma das grandes apostas da KINO, que abre esta 19.ª edição com "O vizinho do lado", a estreia na realização de Daniel Brühl, ator que ficou conhecido pelo papel em "Adeus, Lenine!".

No Cinema São Jorge, em Lisboa, a KINO divide-se em três secções. Na secção Visões encontram-se seis filmes muitas vezes com nomes conhecidos do público na realização ou no elenco.

onde podem ser vistos os filmes "A Grande Liberdade", de Sebastian Meise, com o

ator Franz Rogowski, escolhido pela Áustria como candidato ao Óscar de Melhor Filme

Estrangeiro e que venceu o Prix du Jury no Festival de Cannes, "Caro Thomas", um retrato

efervescente do diretor da RDA Thomas Brasch, realizado por Andreas Kleinert, com os

atores Albrecht Schuch e Yella Haase (do filme "Berlin Alexanderplatz"), que venceu

o Grand Prix no festival de cinema Tallinn Black Nights, "Jumbo", um excêntrico coming-ofage luxemburguês, assinado por Zoé Wittock, "Fabian", de Dominik Graf, um filme de época

pouco convencional, nomeado para o Urso de Ouro para melhor realização na Berlinale

2021, "O mundo jamais será o mesmo", uma trágica história de amor de Anne Zohra

Berrached e "Ninguém está com as vitelas", de Sabrina Sarabi, com a brilhante atuação de

Saskia Rosendahl que lhe valeu um Leopardo para Melhor Atriz na categoria Cineasti del

Presente, no Festival de Cinema de Locarno 2021.

cinema de expressão alemã, para olhar para uma outra ideia de cinema, na Europa, com a KINO

19ª edição do KINO, Mostra de Cinema de Expressão Alemã, no Cinema S.Jorge, em Lisboa, começa hoje, quinta feira 27 de janeiro, até dia 2 de fevereiro.

Relacionados

Veja Também

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG