Arqueologia da Arquitectura Portuguesa à guarda do CCB

Fragmentos Arqueológicos da Arquitetura Portuguesa 1987-2006, é uma exposição no CCB, em Lisboa, nos últimos dias.

Nos dez anos da Garagem Sul do CCB a mostrar arquitetura, André Tavares, o curador, foi ao arquivo, ao lugar onde estavam guardadas e à guarda da Fundação e estão agora à vista nesta exposição Fragmentos Arqueológicos da Arquitetura Portuguesa, desde 1987 até 2006. É como recuar no tempo, parece mais do que realmente andamos, em 20 anos tudo mudou, e a arquitetura desenhada em Portugal queria muito saltar fronteiras.

O que seria o futuro da arquitetura em Portugal, é onde estamos agora passados estes anos, 20, 30 anos, estamos agora nesse futuro imaginado, e afinal também aí o futuro não se concretizou, como se pensava naquela altura.

Daí também quando André Tavares entrou naquele arquivo onde este material, não estava esquecido, mas por esquecer foi como entrar num túnel do tempo.

Como o mundo parece outro, no esquisso de um arquiteto, que hoje vive e trabalha com outras ferramentas, numa outra ideia de arquitetura.

Fragmentos Arqueológicos da Arquitetura Portuguesa 1987-2006, exposição na Garagem sul do CCB, até final do mês de janeiro de 2022

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de