Cartas, Todas as Cartas, É Crime Abri-las

"Niet Habben - Carta Rejeitada" é um espetáculo de Crista Alfaiate, a partir da descoberta de uma carta inédita de uma cantora de ópera. Para ver no Teatro Carlos Alberto, no Porto.

Há uma carta nunca lida, de uma cantora de ópera, escrita há 300 anos, que é encontrada num velho baú na Holanda. É por aqui que parte Crista Alfaiate para falar de outras cartas. Achamento do Brasil, de Pero Vaz de Caminha; carta ao pai, de Kafka; cartas portuguesas, de Mariana Alcoforado.

Em cena há este crime: violar correspondência. A personagem está algemada e quer falar desse crime.

Cartas são cartas escritas. Hoje as cartas vêm em formato digital, são emails. Crista Alfaiate e Diogo Bento, os autores do texto, não podem ignorar estas novas cartas e até a linguagem delas: "tipo, é assim esta coisa, tipo."

Um espetáculo com cartas como a dos Direitos Humanos, ou as outras como as novas cartas portuguesas de Maria Teresa Horta, Maria Isabel Barreno e Maria Velho da Costa, ou a carta a Bosie, de Oscar Wild. Não há o risco de ser uma seca para o público juvenil. Ler estas cartas, em voz alta, onde as virgulas também são ditas, mas onde o som, o vídeo e a internet nos dizem que este é outro tempo.

Criação e interpretação: Crista Alfaiate; texto: Crista Alfaiate e Diogo Bento; apoio à criação: Cláudia Gaiolas e Diogo Bento; desenho de luz: Rui Monteiro; banda sonora: Sérgio Martins e Rui Lima; conteúdos gráficos e visuais: Catarina Lee; conceção do figurino: Aldina Jesus; produção executiva: Joana Costa Santos e Luna Rebelo.

"Niet Hebben - Carta Rejeitada" estreia amanhã no Teatro Carlos Alberto, no Porto, às 19h00. Quinta às 15h00, sexta às 21h00 e sábado, último dia, às 19h00.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de

Outros Artigos Recomendados