Coexistência, discutir as cidades, as pessoas e a arquitectura

Coexistência, palavra para discutir a arquitectura e as comunidades, duas ideias, uma alemã outra francesa.

O Campo Comum 2022 encerra um ciclo de conferências de arquitetura, com a palavra Coexistência, como se encontram, assim de repente várias pessoas e comunidades e podem de alguma maneira viver juntos. Diana Menino, é uma das curadoras do Campo Comum e apresenta esta última conferencia, deste ciclo, como um dos caminhos das cidades, o edifício e a horta, por exemplo.

Dois ateliers, um françês, outro alemão, para trazerem as muitas ideias sobre este conceito, esta maneira de viver e coexistir. Wilfried Kuehn, cofundador do atelier de Berlim Kuehn Malvezzi, e Clara Simay, cofundadora da cooperativa em Paris, Grand Huit.

A arquitectura como matéria prima para juntar comunidades, criar espaços, muito para além de criar edifícios, ou desenhar belos projetos.

Ultima conferencia do Campo Comum, com a palavra coexistência, um conceito de partilha, existir em várias frentes.

Campo Comum, conferencia sobre a Coexistencia no CCB, em Lisboa, na Sala Luís de Freitas Branco, quarta feira, 25 maio, às 18h30.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de