Delfim Sardo na administração do Centro Cultural de Belém

O ensaísta foi diretor do Centro de Exposições entre 2003 e 2006.

O curador e ensaísta Delfim Sardo vai entrar no conselho de administração do Centro Cultural de Belém (CCB), em Lisboa, no cargo anteriormente ocupado por Miguel Honrado, revelou esta quinta-feira o Ministério da Cultura.

Delfim Sardo, até aqui assessor da Culturgest para as Artes Visuais, sob a direção de Mark Deputter, ficará no CCB com o pelouro da programação e da comunicação e deve iniciar funções no próximo dia 1 de março.

Em comunicado, o Ministério da Cultura explica que a escolha de Delfim Sardo é "uma decisão partilhada e em diálogo" com o conselho de administração do CCB, presidido por Elísio Summavielle.

A tutela refere ainda que Delfim Sardo assumirá aqueles dois pelouros "preparando o CCB para um novo ciclo, nomeadamente tendo em conta a presidência portuguesa do Conselho da União Europeia no primeiro semestre de 2021".

Este será um regresso de Delfim Sardo, 57 anos, a uma instituição cultural onde foi diretor do Centro de Exposições entre 2003 e 2006, numa altura em que o conselho de administração era presidido por José Fraústo da Silva.

Nascido em Aveiro, em 1962, Delfim Sardo, é curador de arte contemporânea desde 1990.

Professor convidado do Colégio das Artes e da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, foi fundador e diretor da revista Pangloss, consultor da Fundação Calouste Gulbenkian, entre 1997 e 2003, comissário da representação portuguesa da 48.ª Bienal de Arte de Veneza, em 1999, cocomissário da representação portuguesa na Bienal de Veneza de Arquitetura, em 2010, e comissário geral da II Trienal de Arquitectura de Lisboa, também realizada em 2010.

Na sua bibliografia destacam-se títulos como "O Exercício Experimental da Liberdade", sobre as vanguardas do século XX, "Visão em Apneia", dedicado a protagonistas da arte portuguesa contemporânea, "Fotografia: Modo de Usar", uma visão alargada da fotografia atual, em Portugal.

É também autor de monografias e catálogos dedicados a criadores como Helena Almeida, Julião Sarmento, Jorge Molder, Fernando Calhau, Nikias Skapinakis, Rui Chafes e Gordon Matta-Clark, entre outros.

Em 2016, substituiu Miguel Wandschneider na programação das artes plásticas da Culturgest, em Lisboa, a convite do então administrador Miguel Lobo Antunes.

No CCB, Delfim Sardo substituirá o lugar deixado vago por Miguel Honrado, nomeado vogal na administração do CCB em março de 2019, tendo renunciado ao mandato em dezembro por considerar que não se revia na orientação do projeto do CCB.

A partir de março, o conselho de administração do CCB será composto por Elísio Summavielle (presidente), Delfim Sardo (vogal) e Isabel Cordeiro (vogal).

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de