Descobre o teu interior, a "loucura" de um festival arrojado

O primeiro festival itinerante pelo interior do país começa esta quinta-feira, em Beja. Até 24 de Abril, vai levar a cultura a oito concelhos do interior.

Beja é o primeiro ponto no mapa desta viagem pelo interior do país. Aqui, haverá passeios românticos em espaços que se encontram habitualmente fechados ao público, revela Tiago Sigorelho, presidente do Gerador, a plataforma independente que organiza o primeiro festival itinerante por territórios do interior. Além de "aceder a segredos" de Beja, estão previstos dois concertos, na ermida de Santo André e no Núcleo Visigótico do Museu Regional de Beja, e um workshop de migas à alentejana.

Tiago Sigorelho explica que a lógica será sempre a mesma. "Vai ser haver um grande concerto na primeira noite, vai ser haver um concerto com um artista local, um jantar que sublinha as características da gastronomia local e um workshop com ofícios" da região. Durante dois dias em cada território, o festival percorre oito concelhos. Depois de Beja, será a vez de Viana do Alentejo, Montemor-o-Novo, Vila Viçosa, Constância, Pombal, Mesão Frio e Mêda, num total de 16 dias, com mais de 70 iniciativas que pretendem destacar o melhor que se faz no interior de Portugal.

As visitas, concertos, conversas e actividades culturais passam por locais pouco comuns, como um lavadouro comunitário, o interior de um castelo, um refeitório ou uma fábrica de chocalhos.

Tiago Sigorelho assume que o festival é "um bocado uma loucura", ainda mais nesta altura, em que aos efeitos da pandemia se somam os receios da guerra na Ucrânia, mas o presidente do Gerador promete já uma terceira edição do "Descobre o teu interior", em 2023.

No ano passado, o festival foi inteiramente digital. Agora, junta o formato presencial e itinerante.

Um passe para todo o festival tem o custo de 40 euros, enquanto o bilhete para apenas um município tem o preço de 14 euros.

* a autora não segue o acordo ortográfico de 1990

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de